Web,ruby, Ajax ou qualquer outra coisa que me venha a cabeça (com prioridade para esta última)

10 janeiro, 2009

Alguém me explica isto?

Um deputado do PS tem uma conta twitter, com 7 seguidores e nenhum twitt para seguir. Alguém me sabe dizer para que é que um deputado quer uma conta twitter para não usar e para que é que 7 pessoas se tornaram seus seguidores? Será que o deputado não tem nada para dizer?

É um deputado do PS mas poderia ser de qualquer partido. Uma das coisas mais caricatas que vi foi uma série de deputados terem blogues que não actualizam desde as últimas eleições ou outros que só têm uma entrada de teste. Devem todos ter tirado uma cadeira na universidade da anedota (do telefonema a Mariano Gago sobre a hora de fecho da internet) sobre o nosso primeiro que anda a circular por aí.

É claro que espero que o senhor deputado comece a ter algo a dizer ou então que os seus seguidores façam algo como deixar de o seguir.

Nota: A indicação de que se vai abrir uma nova janela é indicada pela setinha em fundo amarelo obtida claro por CSS. Também os PDF serão claramente assinalados a chatice é que os artigos mais antigos irão sofrer com isso mas não estou para andar a corrigir tal coisa.

Hoje, 22 de Janeiro de 2009, voltei ao twit de Fernando Cabral já me parece fazer sentido, alguns seguidores, algumas actualizações o mundo voltou ao normal. O José Magalhães uma das pessoas que já foi uma das mais actualizadas quanto a tendências Web agora tem zero entradas e 18 seguidores e zero actualizações.

Ainda não encontrei no entanto o twit de um jovem investigador recentemente (1988) regressado dos Estados Unidos e que me indirectamente me mostrou que isso das comunicações via computador iria mudar muito rapidamente. No computador dele figurava uma tese sobre pobreza.

Hoje, 25 de Janeiro, através do Twitter venho a saber que estes deputados criaram as suas contas twitter devido a um desafio da jornalista Anabela Neves, como indicado neste artigo do Público.

2 comentários:

Crysis disse...

Sinceramente acho este post um bocado, estúpido, sem ofensa. Porquê ralares-te com a vida pessoal de outra pessoa. Só usa o twitter quando e como quiser. É ridículo.

Cafonso disse...

Já não me recordo quando, mas há muito tempo deixei de me preocupar com ofensas que me sejam directamente dirigidas.

Só não gosto de publicar comentários de terceiros com algo desse género dirigido a outros.

Quanto ao conteúdo do teu comentário é claro que cada um usa os meios como quer, quando quer e se quiser. É evidente que não é "obrigado" a publicar nada. O que eu acho estranho é alguém seguir algo que não tem conteúdo.

Eu não me estava a ralar com a vida pessoal de ninguém. O contexto em que vim a conhecer o "conteúdo" de twitter desse deputado englobava um cabaz deles tendo os restantes conteúdo, alguns com boa qualidade.

Por exemplo um outro deputado do mesmo partido tem vindo a twitar de forma interessante e deu-me a conhecer o sítio do diário económico, entre outras coisas.

Já agora também tenho o direito de cometer algumas estupidezes e coisas ridículas e podes comentar no tom que desejares. Não me ofendo, se tal suceder paciência, com facilidade.