Web,ruby, Ajax ou qualquer outra coisa que me venha a cabeça (com prioridade para esta última)

27 março, 2008

Twine

Hoje recebi convite para o beta do Twine (quem desejar receber um convite meu basta pedir por comentário). O comentário não será publicado. Twine é aparentemente mais uma rede social onde o foco principal não é quem conhecimentos mas o que conhecemos. Estou agora a fazer uma primeira exploração sobre o que está disponível e ainda não vi nada que me levasse a querer de facto pertencer a mais este serviço. Para quem queira uma primeira aproximação ao serviço eis um artigo do Bennet:


A mistela complexa, que é a Internet, tem um certo charme. Uma massa confusa de informação e de páginas da web completamente inúteis, apresentam-se ao lado de páginas importantes, com o Google a ser um dos poucos meios à nossa disposição para distinguirmos entre um e outro lado. O Google é ainda o principal meio de organização da Web, mas a Internet evoluiu desde que este organização começou há 12 anos (muitos anos em termos de Web). Tim Berners-Lee, a quem se atribui a invenção da World Wide Web, disse ao Times Online que acredita que o Google será "ultrapassado" pela Web Semântica.

Em vez de se orientar para páginas Web, a Web Semântica, em teoria irá organizar todos os tipos de informação desde extractos bancários, a mapas, fotografias e estudos de pesquisa médica. No vídeo para a Technology Riview, Berners-Lee fala acerca da tecnologia da Web Semântica como podendo ajudar os médicos a comparar diferentes tipos de dados médicos, combinando dados de nutrição com dados médicos ou dados de padrões de viagens aérias que pareceriam não estar relacionados, dando luz a tendências e informação que pode literalmente salvar vidas.

Por agora, muito da promessa da Web Semântica está por realizar, mas as empresas estão ocupadas a prepararem-se para tirar vantagem da nova tecnologia. A última encarnação é um website chamado Twine, criado pela Radar Networks, actualmente em teste beta privado (eu o tradutor disto recebi um convite e este é o primeiro documento a que chego usando este site). A CNet News relata que a Twine conseguiu 18 milhões de dólares em duas recolhas de capital para implementar a tecnologia.

Neste momento o Twine parece-se muito com o Facebook e o MySpace ou outros sítios de rede social. Os utilizadores criam um perfil, carregam uma imagem e ligam-se a outros utilizadores do sítio. A companhia espera que os utilizadores comecem a lançar quantidades massivas de mensagem electrónicas, dados de pesquisa e informação relativa a trabalho no sítio, de modo a que as pessoas possam começar a tomar consciência da informação de novas maneiras.

A diferença entre Twine, MySpace e Facebook ou outros sítios de redes sociais é que nas redes sociais a questão é saber-se quem é que se conhece e no Twine é saber-se o que se conhece, disse Nova Spivack, fundador da Radar Networks à CNet News. Se a Rede Semântica funcionar tão bem como Spivack e Berners-Lee esperam as pessoas rapidamente começaram a saber muito mais.

Original de Bennet Gordon no UTNET. Tradução apressada do cafonso

Seguiu o primeiro convite. Tenho mais 9. Actualização: Tim acaba de publicar uma clarificação do que disse ao Times Online.

2 comentários:

Marcus Derencius disse...

Olá, posso ter um convite tb?

Obrigado e parabéns pelo blog.

Cafonso disse...

Agradecia que quem quizer convites me mande o respectivo email. Por razões óbvias não serão publicados os comentários onde se pessa o convite com o respectivo e-mail. Não chega mandar-me o perfil pois por vezes esse não me será acessível.