Web,ruby, Ajax ou qualquer outra coisa que me venha a cabeça (com prioridade para esta última)

18 maio, 2008

Valsa com Bashir

Através do motionographer descobri este trailer de animação. O traço faz-me lembrar o Corto Maltese. A história ocorre na Palestina/Israel. Não é uma história apropriada a crianças nem pessoas impressionáveis.

Para deixar uma nota um pouco mais positiva veja este trailer até ao fim: Nenhum de nós é livre.

Actualização (2009-01-02): vejo que este artigo hoje está a ser muito visitado será que estou aqui a receber leitores do Público por causa da entrevista ao realizador israelita? Seria possível deixarem umas linhas sobre esta pergunta? Vêm à procura de informação sobre desenho animado, documentário ou têm outras razões?

Actualização (2009-01-05): uma leitora acidental (ou seja induzida pelo google para aqui, explicou-me que a sua visita só se devia a que esta entrada ser a primeira que aparecia quando se procurava por Valsa com Bashir. Não me tinha apercebido que o filme tinha estreado em Portugal no ano novo, pelo que não percebi o pico ocorrido. Lembrem-se que eu sou um narciso que escreve para ele mesmo haver quem leia isto é perturbá-lo (até consigo escrever na 3ª pessoa sobre mim próprio). Ainda não tive a oportunidade de o fazer.
Entretanto a entrada começou a baixar merecidamente a sua posição. Até a entrada dedicada pela primeira comentarista é uma entrada melhor.
PS: Wiley Wiggins (Sorry, Thanks) disse à Xani Jardin no Twitter que o próximo projecto de Folman era uma adaptação do livro de Stanislaw Lem Futurological Congress . That oughta be amazing. Incidentally, Waltz reminded me a lot of the film through which I first became aware of Wiley Wiggins' work, too.
A entrada de Rogério Santos é um pouco mais elaborada.

3 comentários:

SC disse...

comentário à adenda: é o primeiro endereço que aparece quando se pesquisa "valsa com bashir" no google.

Cafonso disse...

Obrigado pela sua indicação. Não fazia a mínima ideia pois achava isto uma entrada quase sem mérito.

O facto é que foi feita há muito tempo e só agora apresenta o número de leitores que me deixou espantado.

Cafonso disse...

Já agora a sua entrada é bastante melhor pelo que lhe vou fazer uma ligação.
Primeiro filme de 2009