Web,ruby, Ajax ou qualquer outra coisa que me venha a cabeça (com prioridade para esta última)

25 abril, 2008

25 de Abril

Portuguese Government poster from the mid-70's by Artist João Abel MantaImagem via Wikipedia

Quando tinha um 11/12 anos o 25 de Abril de 1974 ainda estava fresco. Havia um pseudo teste de inteligência que tinha algumas perguntas de algibeira, como por exemplo:

  • Onde se enterram os sobreviventes de uma queda de avião? Os sobreviventes não se enterram não enquanto o forem.
  • Quando foi o 25 de Abril? Todos os anos nesse dia (claro que muita gente dizia 1974)
  • ...

Assim comecei a ficar um pouco mais alerta quando uma pergunta é colocada. Terá alguma pequena rasteira? Terá uma nuance? Além disso levou-me a ser coleccionador de efemérides. Eis pois aqui algumas delas:

  • Em 1990 foi lançado o telescópio Hubble. Não perca a detecção de uma explosão record.
  • Nasceu G. Marconi inventor italiano conhecido pelo desenvolvimento do sistema de radiotelegrafo. Ganhou o Nobel da Física em 1909 em conjunto com Karl Ferdinand Braun (aquele que fabricou o primeiro osciloscópio com tubo de raios catódicos e dispositivos para rectificação de corrente alterna).

O 25 de Abril de 1974, ou melhor o ocorrido nesse dia, só foi do meu conhecimento na manhã de 26 de Abril (parece que os meus irmãos mais velhos e os meus pais tiveram conhecimento na noite de 25 mas nós, os mais novos, não tinhamos sido chamados para isso).

Nesse dia na Oscar Ribas um colega nosso, de cor, como se dizia, chamado Spínola, teve um tratamento quase vip. Até que a certa altura fomos informados de que nesse dia não haveria mais aulas (não esquecer que a primeira aula era às 7h 30m). O hino tocava (ao lado ficavam dois quarteis um do Exército e um da Força Aérea) às 8h conosco já dentro das aulas. Ao menos quando o professor era surdo ou se fazia não era necessário ficar perfilado.

Uns meses antes disso um colega tinha levado lá para a escola um livro sobre o início da guerra terrorista/pró-independência em Angola. Era um livro demasiado gráfico e de circulação fortemente desaprovada. O rapaz tinha medo que algum de nós trata-se de avisar o respectivo pai. Ele tinha imenso medo de levar uma coça. O livro Portugal e o Futuro do General Spínola foi um sucesso editorial. O meu pai comprou-o na Godi e parece que comungava da análise que o Expresso fez do livro na altura. Que a guerra não se podia ganhar militarmente.

1 comentário:

xistosa disse...

Aos 11 anos não temos noção duma revolução ...
Já estava casado, já tinga "gramado" 31 meses de Angola, fora o que esperei aqui ...
Gostei do presidente da república ficar abismado pelo desconhecimento da revolução.
Ele foi poder e muito tempo ...
O Bagão Fálix tinha o sonho de juntar o 25 de Abril, o 1º de Maio e talvez o 28 de Maio.
Sonhos ...
Agora admiram-se que ninguém sabe história, para não falar em PORTUGUÊS e matemática.

Agora se souber jogar futebol, consegue a equivalência ao 9º ano e um passo depois o 12º ano...
Para que serve as disciplinas de história, português, matemática química e outras ???