Web,ruby, Ajax ou qualquer outra coisa que me venha a cabeça (com prioridade para esta última)

14 dezembro, 2011

186 Gbits/s

Investigadores do Caltech e de instituições americanas, brasileiras, canadianas e coreanas ajudaram a bater um novo record de velocidade de transferência de dados. Na conferência de supercomputação em Seattle em meados de Novembro, trataram de enviar dados a uma velocidade combinada de 186 gigabits/s num circuito WAN, de forma sustentada. Se o sistema tivesse funcionado todo o dia seria capaz de transferir o equivalente a 100.000 discos Blu-Ray. O chefe da equipa de altas energias, o professor Harvey Newman, disse: "ter ferramentas nas nossas mãos permite-nos engajar-mo-nos em visões realizáveis que outros não têm. Podemos ver um passo claro para o futuro que outros ainda não podem imaginar com confiança."

Um velocidade elevada de transferência de dados é importante para se poder tratar as enormes quantidades de dados que saiem do LHC no CERN. Mais de 100 petabytes de dados a processar, distribuir, analisar e usar numa rede global de 360 instalações de armazenamento e computação localizadas em laboratórios e universidades à volta do globo terrestre, sendo que este volume se espera aumentar cerca de 1000 vezes à medida que as colisões e energias aumentem (depois da paragem de inverno).

fonte: caltech

2 comentários:

Netshark disse...

É um recorde de velocidade para WAN, mas não para LAN. Há vários anos atrás, a AT&T conseguiu em laboratório, um circuito a 1.5TB.

Cafonso disse...

Algo dito no primeiro parágrafo embora eventualmente de forma pouco clara.